Ford Sierra

1982-1993 de lançamento

Reparo e operação do carro



Ford Siyerra
+1.2. Identificação do carro
+2. Manutenção
+ 3. Dados gerais
- 4. Motores
   -4.1. Motores de gasolina
      -4.1.1. Características técnicas
         4.1.1.1. Cabeça do bloco de cilindros
         4.1.1.2. Bloco de cilindros do motor
         4.1.1.3. Mecanismo de Krivoshipno-shatunny
         4.1.1.4. Sistema de distribuição de gás
         4.1.1.5. Sistema de lubrificação
         4.1.1.6. Esfriamento de sistema
         4.1.1.7. Sistema de combustível
         4.1.1.8. Sistema de ignição
         4.1.1.9. Aperto de momentos
      4.1.2. Ajuste de fendas de válvulas
      +4.1.3. Sistema de ignição
      +4.1.4. Sistema de combustível
      +4.1.5. O reparo que não exige a remoção do motor
      4.1.6. Remoção e instalação do motor
      4.1.7. Desmontagem do motor
      4.1.8. Identificação das partes interagem
      4.1.9. Reunião do motor
      4.1.10. Substituição de pistões
      4.1.11. Remoção e instalação de um cabo intermediário
      4.1.12. Sistema de distribuição de gás
      4.1.13. Sistema de lubrificação
      +4.1.14. Esfriamento de sistema
      4.1.15. Suporte de forma triangular de interrupção da unidade de poder
      4.1.16. Sistema de produção dos gases cumpridos
   +4.2. Motor diesel
+5. União
+6. Transmissões
+7. Eixo motor e ponte traseira
+8. Direção
+9. Suportes de forma triangular de interrupção
+10. Sistema de freios
+11. Corpo
+12. Equipamento elétrico


331b1c3e

4.1.1.9. Aperto de momentos

INFORMAÇÃO GERAL

Pinos de coberturas de carregamentos radicais
88 – 102 nanômetros
Pinos de varas
40 – 47 nanômetros
Pino de uma roldana de um cabo de inclinação
55 – 60 nanômetros
Pino de roda de engrenagem de eixo
45 – 50 nanômetros
Pinos de pêndulo
67 – 70 nanômetros
Pinos de fixação da bomba de óleo
17 – 21 nanômetros
Pinos de uma cobertura da bomba de óleo
9 – 13 nanômetros
Os pinos do catre de óleo (uma ordem apertadora – olha a subseção 4.1.9)
  – 1a etapa
1 – 2 nanômetros
  – 2a etapa
6 – 8 nanômetros
  – a 3a etapa (depois de 20 minutos de operação do motor)
8 – 10 nanômetros
Rolha de descarga de óleo no catre de óleo
21 – 28 nanômetros
Sensor de pressão de óleo
12 – 15 nanômetros
Pinos de ajuste de uma fenda de válvulas sobre alavancas de válvulas
50 – 55 nanômetros
Os pinos de uma cabeça do bloco de cilindros (uma ordem apertadora – ver na subseção 4.1.5.4)
  – 1a etapa
40 – 45 nanômetros
  – 2a etapa
50 – 70 nanômetros;
  – a 3a etapa (10 – 20 minutos depois)
73 – 83 nanômetros
  – a 4a etapa (depois que 15 minutos de operação do motor na velocidade de 1.000 revoluções por minuto; no motor quente)
95 – 115 nanômetros
Cobertura de sistema de distribuição de gás
13 – 17 nanômetros
Coletor de entrada
17 – 21 nanômetros
Coletor final
21 – 25 nanômetros
Tomadas de faísca
20 – 28 nanômetros
Caso de termostato
17 – 21 nanômetros
Os pinos de uma cobertura de uma cabeça do bloco de cilindros (uma ordem apertadora – ver na subseção 4.1.5.4)
  – pinos 1 – 6 e 9, 10
5 – 7 nanômetros
  – pinos 7 e 8
2 – 2,5 nanômetros