Ford Sierra

1982-1993 de lançamento

Reparo e operação do carro



Ford Siyerra
+1.2. Identificação do carro
+ 2. Manutenção
- 3. Dados gerais
   -3.1. Carros com motores de gasolina
      3.1.1. Missas e números de transferência
      3.1.2. Líquidos operacionais
      +3.1.3. As modificações em um carro projetam desde 1984 para 1986.
      -3.1.4. As modificações em um carro projetam desde 1987 para 1989.
         3.1.4.1. Motor de OHC
         +3.1.4.2. Motor de Dm3 CVH 1,8
         +3.1.4.3. Motor de DOHC
         -3.1.4.4. Serviço e reparo
            3.1.4.4.1. Sistema de ignição
            3.1.4.4.2. Sistema de injeção
            3.1.4.4.3. Esquema do EES IV sistema do motor de DOHC 2,0 de dm3
            3.1.4.4.4. Cheque e ajuste da CEE IV sistema
            3.1.4.4.5. Eliminação de maus funcionamentos
            3.1.4.4.6. Cheque de elementos da CEE IV sistema
            3.1.4.4.7. Sistema de distribuição de gás
            3.1.4.4.8. Cabeça do bloco de cilindros do motor
            3.1.4.4.9. Desmontagem do motor
            3.1.4.4.10. Reunião do motor
            3.1.4.4.11. Sistema de lubrificação
         +3.1.4.5. União
         3.1.4.6. Transmissão de cinco velocidades mecânica de tipo de N
         +3.1.4.7. TA mecânica 75 transmissão de cinco velocidades
         3.1.4.8. Câmbio automático
         3.1.4.9. Expeça o suporte de forma triangular de interrupção
         +3.1.4.10. Sistema de freios
         +3.1.4.11. Equipamento elétrico
         3.1.4.12. Dados gerais
      +3.1.5. As modificações em um carro projetam desde 1990 até fevereiro de 1993.
   +3.2. Carros com motores diesel
+4. Motores
+5. União
+6. Transmissões
+7. Eixo motor e ponte traseira
+8. Direção
+9. Suportes de forma triangular de interrupção
+10. Sistema de freios
+11. Corpo
+12. Equipamento elétrico
331b1c3e



3.1.4.4.4. Cheque e ajuste da CEE IV sistema

INFORMAÇÃO GERAL

Diagnóstica

A CEE IV sistema possui a função de autodiagnósticos que facilitam detecção de maus funcionamentos. A tomada diagnóstica localizada sobre o acumulador faz a conexão possível de um provador da ESTRELA mostrando os códigos diagnósticos que se contêm na memória diagnóstica da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento.

Pelo cheque de conteúdos da memória diagnóstica é necessário unir o provador de ESTRELA à tomada diagnóstica da CEE IV sistema, incluir um provador e ler códigos diagnósticos. Para o uso de um máximo de oportunidades diagnósticas é necessário chegar estritamente segundo as instruções fornecidas na mesa que descreve o procedimento diagnóstico.

Procedimento de diagnóstica da CEE IV sistema

Procedimento
Explicação
Procedimento principal
1. Unir o provador de ESTRELA à tomada diagnóstica. Incluir um provador. Apertar o botão de provador.
A tomada diagnóstica localiza-se sobre o acumulador. No indicador o código de controle tem de destacar-se. Em caso da mensagem nas baterias de comida descarregadas, devem substituir-se. O símbolo da recepção de códigos tem de destacar-se. Indica isto o provador está pronto para a recepção de sinais diagnósticos do dispositivo de acionamento EES eletrônico.
2. Incluir a ignição. Não começar o motor.
Depois da inclusão da ignição a CEE eletrônica IV comutadores de dispositivo de acionamento no modo de autodiagnósticos e daqui a pouco está pronto para trabalhar.
3. Ler e escrever os códigos digitais destacados de defeitos. O 11 código ou um código do mau funcionamento encontrado.
A CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento verifica sinais de sensores no motor ocioso e uma condição de convertedores de dados. O 11 código indica isto o sistema é útil. Em caso do mau funcionamento o código correspondente vai se escrever na memória diagnóstica da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento que o destacará durante o cheque de um elemento defeituoso.
4. O 20 código destaca-se.
É um código de divisão. Divide os códigos mostrados durante o controle atual do escrito na memória diagnóstica no decorrer de outros 40 testes de autodiagnóstico.
5. Ler e escrever os códigos digitais destacados. O 11 código ou um código do mau funcionamento encontrado.
Os códigos destacados indicam os maus funcionamentos encontrados no decorrer de outros 40 testes de autodiagnóstico e escrevem-se na memória. O 11 código indica aquele mau funcionamento no decorrer de outros 40 testes de autodiagnóstico não se revela. Depois de destacar dos 10 códigos de código do mau funcionamento só destacam-se uma vez, e logo apagam-se da memória diagnóstica.

Prevenção

O código do mau funcionamento só destaca-se uma vez e deve escrever-se ao mesmo tempo (não há possibilidade da repetição).


6. O 10 código destaca-se. Mover tranças de arames e as suas tomadas da detecção do seu mau funcionamento.
A CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento está no modo "do controle mutável".

Prevenção

Os resultados dos testes prévios apagam-se da memória. Se o díodo de emissão de luz pestanejar, então significa a detecção de fracasso e o registro do seu código na memória. Em caso da necessidade é possível repetir o procedimento no motor ocioso para destacar do seu código.


7. Apagar a ignição. Apertar o botão de provador de ESTRELA. Apagar um provador, mas não o desconectar da tomada diagnóstica do motor.
O procedimento no modo constante
1. Unir o provador de ESTRELA à tomada diagnóstica e inclui-lo.
Apertar o botão de provador.
Depois de lançamento do motor e inclusão de um provador o procedimento de autodiagnósticos no modo constante (contínuo) começa. O provador antes da estabilização tem de mostrar um código de controle. Verificar se o índice de uma descarga de baterias da comida ilumina. Em caso da necessidade de substituir baterias. O símbolo da aceitação de códigos tem de destacar-se. Indica isto o provador pode aceitar a informação da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento.
2. Daqui a pouco os códigos dos maus funcionamentos encontrados vão se destacar (devem escrever-se). O destaque dos 11 meios de código que os maus funcionamentos não se revelam. Causar várias vezes destacando de todos os códigos de maus funcionamentos a convencer-se
A CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento começa o cheque de sensores. Os seus parâmetros têm de corresponder escritos na memória constante do dispositivo EEC IV. Em caso de uma saída de limites da admissão o dispositivo EEC IV transfere um código do mau funcionamento encontrado a um provador diagnóstico. Os códigos de maus funcionamentos destacam-se pelo provador de ESTRELA. Devem escrever-se. Os 11 meios de código que os maus funcionamentos não se revelam.
3. Apertar o botão de provador. Apagar um provador. Apagar o motor. Não desconectar
4. Eliminar os maus funcionamentos encontrados (ver a Eliminação de mesa de Maus funcionamentos).
Os números fornecidos de códigos correspondem a maus funcionamentos padrão. Depois da eliminação de todos os maus funcionamentos para continuar
O procedimento no motor de trabalho
1. Incluir um provador diagnóstico da ESTRELA.
Apertar o botão de provador.
Incluir um provador antes do lançamento do motor que esteve pronto para trabalhar durante o lançamento do motor. O provador antes da estabilização tem de mostrar um código de controle. Verificar se o índice de uma descarga de baterias da comida ilumina. Em caso da necessidade de substituir baterias.
2. Incluir a ignição e durante 3 segundos para começar o motor.
É necessário esperar um pouco depois da inclusão da ignição que o EES eletrônico IV dispositivo de acionamento começou o trabalho. O símbolo da aceitação de códigos tem de destacar-se. Indica isto o provador pode aceitar a informação da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento.
3. O provador tem de destacar o 50 código.
O 50 código é um código da identificação e significa que o motor se equipa da versão europeia da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento. Se o 50 código não se destacar, então é necessário verificar o tipo da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento.
4. Destaque de uma série de códigos dos maus funcionamentos encontrados. Em caso da detecção de maus funcionamentos é necessário apagar um provador, matar o motor e eliminar maus funcionamentos. Então repetir o procedimento no motor de trabalho.
Em caso do destaque dos códigos que especificam que a temperatura de motor demasiado baixo ou a alavanca do deslocamento de engrenagem do câmbio automático não são necessárias na situação neutral o dispositivo de acionamento eletrônico não executa novos autodiagnósticos.
5. Aumento em velocidade do motor.
O aumento na velocidade do motor causa-se pela CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento no início da sequência da implementação de testes dinâmicos. Os convertedores e os dados de produção de valores de contorno da operação do motor verificam-se. A CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento verifica elementos da gestão, fingindo várias condições operacionais do motor, e logo compara resultados com os dados programados na memória. Os maus funcionamentos encontrados permanecem na memória diagnóstica da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento, e logo transmitem-se a um provador diagnóstico.
6. O 10 código destaca-se. Imediatamente depois de destacar deste código é necessário apertar agudamente um pedal de acelerador (a velocidade do motor tem de passar rapidamente para 2.500 revoluções por minuto).
Depois de destacar do 10 código é necessário apertar um pedal de acelerador agudamente. No pedal de acelerador comprimido a CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento tem de definir o excesso da velocidade de 2.500 revoluções por minuto.
7. Em caso do destaque do 44 código é necessário apertar o botão STAR e apagar o motor. Devolver à operação N1 e repetir no início todo o procedimento no motor de trabalho.
Os 44 meios de código que a modificação da velocidade do motor foi insuficientemente.

Prevenção

Se o 44 código não se destacar, então é necessário continuar o procedimento segundo o ponto de N8.


8. O 11 código ou os códigos dos maus funcionamentos encontrados destacam-se. O 11 código indica o que funciona de modo falho não se encontram. Ler e escrever os códigos destacados de maus funcionamentos.
Os números destacados de códigos correspondem a maus funcionamentos que se encontram no decorrer da implementação deste procedimento diagnóstico.
9. Eliminar os maus funcionamentos encontrados na operação prévia. Matar o motor, apagar a prensagem de provador de ESTRELA do seu botão. Se os maus funcionamentos não se encontrarem (11 código), é necessário passar à operação a realização de N10.
As ações que têm de realizar-se para a eliminação do mau funcionamento encontrado dão-se na mesa de códigos de maus funcionamentos. Depois da eliminação de maus funcionamentos é necessário repetir o procedimento diagnóstico no motor de trabalho.
10. Há um 60 código. Passar à operação a realização de N11.
A CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento verifica a instalação da ignição.

Prevenção

Não há possibilidade da realização do ajuste manual da instalação da ignição.


11. Apertar o botão em uma parede avançada de um provador da ESTRELA, apagar a comida de provador, desconectar um provador da tomada diagnóstica do motor. Matar o motor.

Códigos diagnósticos

Código
Interpretação de mau funcionamento (código)
Método de eliminação de mau funcionamento
10
Código de gestão
Mover tranças de arames, apertar um pedal de acelerador
11
Código de falta de mau funcionamento
13
O sensor da temperatura de esfriar o líquido
14
O sensor de temperatura do ar que chega
15
Sensor de provisão de uma válvula de borboleta
17
Sensor de pressão absoluta
18
Tensão insuficiente do acumulador
Verificar um contorno de carga de acumulador
19
Memória da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento
20
Código de divisão
Divide os códigos mostrados durante o controle atual do escrito na memória diagnóstica no decorrer de outros 40 testes de autodiagnóstico
21
Sinal incorreto de ignição de "PEPITA"
23
O sensor da temperatura de esfriar o líquido – a voltagem demasiado alta de um sinal
24
O sensor de temperatura do ar que chega – voltagem demasiado alta de um sinal
25
O sensor de provisão de uma válvula de borboleta – voltagem demasiado alta de um sinal
27
O sensor de pressão absoluta – valores demasiado altos
31
CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento
33
O sensor da temperatura de esfriar o líquido – a demasiado baixa tensão de um sinal
34
O sensor de temperatura do ar que chega – demasiado baixa tensão de um sinal
35
O sensor de provisão de uma válvula de borboleta – demasiado baixa tensão de um sinal
37
O sensor de pressão absoluta – valores demasiado baixos
42
O sensor de pressão absoluta – falta da resposta ao teste de trabalho
43
O sensor de provisão de uma válvula de borboleta – falta da resposta ao teste de trabalho
44
O pedal de acelerador – o demasiado sucesso da resposta à modificação aguda da provisão de um pedal de um acelerador não se aperta
Repetir o procedimento do cheque
45
Dano do sensor de velocidade
46
A válvula da gestão de perder tempo – a velocidade máxima não se consegue
47
A válvula da gestão de perder tempo – a velocidade mínima não se consegue
Executar operações como em um caso do 46 código Se o mau funcionamento não se elimina, então verificar a pressão da provisão do combustível e o regulador da pressão do combustível
48
A válvula de gestão de perder tempo – o contactor
50
Código de identificação do motor com a versão europeia da CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento
57
No decorrer do controle o pedal de acelerador – o tempo demasiado pequeno da resposta à modificação aguda da provisão de um pedal de um acelerador aperta-se
Repetir todo o procedimento do cheque
60
Começo de funcionamento do modo de Serviço de um provador de ESTRELA
Esta operação fornece o cheque da ignição e perdendo tempo Como se verificam completamente pela CEE eletrônica IV dispositivo de acionamento, o cheque adicional não é necessário
70
Fim de funcionamento do modo de Serviço de um provador de ESTRELA
74
A comutação incorreta das 3as e 4as transferências no câmbio automático
75
Mal funcionamento de união de bloqueio eletromagnético do passeio hidráulico do câmbio automático