Ford Sierra

1982-1993 de lançamento

Reparo e operação do carro



Ford Siyerra
+1.2. Identificação do carro
+ 2. Manutenção
- 3. Dados gerais
   -3.1. Carros com motores de gasolina
      3.1.1. Missas e números de transferência
      3.1.2. Líquidos operacionais
      +3.1.3. As modificações em um carro projetam desde 1984 para 1986.
      -3.1.4. As modificações em um carro projetam desde 1987 para 1989.
         3.1.4.1. Motor de OHC
         +3.1.4.2. Motor de Dm3 CVH 1,8
         +3.1.4.3. Motor de DOHC
         -3.1.4.4. Serviço e reparo
            3.1.4.4.1. Sistema de ignição
            3.1.4.4.2. Sistema de injeção
            3.1.4.4.3. Esquema do EES IV sistema do motor de DOHC 2,0 de dm3
            3.1.4.4.4. Cheque e ajuste da CEE IV sistema
            3.1.4.4.5. Eliminação de maus funcionamentos
            3.1.4.4.6. Cheque de elementos da CEE IV sistema
            3.1.4.4.7. Sistema de distribuição de gás
            3.1.4.4.8. Cabeça do bloco de cilindros do motor
            3.1.4.4.9. Desmontagem do motor
            3.1.4.4.10. Reunião do motor
            3.1.4.4.11. Sistema de lubrificação
         +3.1.4.5. União
         3.1.4.6. Transmissão de cinco velocidades mecânica de tipo de N
         +3.1.4.7. TA mecânica 75 transmissão de cinco velocidades
         3.1.4.8. Câmbio automático
         3.1.4.9. Expeça o suporte de forma triangular de interrupção
         +3.1.4.10. Sistema de freios
         +3.1.4.11. Equipamento elétrico
         3.1.4.12. Dados gerais
      +3.1.5. As modificações em um carro projetam desde 1990 até fevereiro de 1993.
   +3.2. Carros com motores diesel
+4. Motores
+5. União
+6. Transmissões
+7. Eixo motor e ponte traseira
+8. Direção
+9. Suportes de forma triangular de interrupção
+10. Sistema de freios
+11. Corpo
+12. Equipamento elétrico
331b1c3e



3.1.4.4. Serviço e reparo

3.1.4.4.1. Sistema de ignição

INFORMAÇÃO GERAL

Desenho e funcionamento de sistema de ignição

Ambos os tipos do motor DOHC equipam-se do sistema eletrônico da ignição:

  – motores com sistema de combustível de carburador: sistema de ignição de ESC II;
  – motores com injeção: sistema de ignição de CEE IV.

Sistema de ignição de ESC II

Circuito elétrico de sistema eletrônico de ignição de ESC II do motor de carburador DOHC 2,0 de dm3

E – a válvula eletromagnética de bloqueio de provisão de combustível depois de apagar do motor,
B – gerador,
C – elemento de aquecimento de resistor do acordo inicial automático do carburador,
D – comutador de ignição,
E – módulo de gestão de ESC II ignição,
F – o sensor da temperatura de esfriar o líquido,
G – sensor de situação e velocidade de um cabo de inclinação,
H – rolo de ignição,
J – acumulador,
K – Corroerei codings do número de octano do combustível

Este sistema contém:

  – o distribuidor de ignição com o distribuidor da alta voltagem e o sensor sem contato de Hall que executa um papel do sensor da velocidade de um cabo de inclinação do motor;
  – rolo de ignição;
  – o sensor de vácuo em um coletor de entrada;
  – o sensor da temperatura de esfriar o líquido;
  – o sensor de posição neutral da alavanca de deslocamento de engrenagem do câmbio automático (só em carros com o câmbio automático).

O módulo eletrônico da gestão de ignição de ESC II recebe sinais destes sensores e na sua base e dados que se contêm na sua memória seleciona a condição favorável, para estas condições operacionais do motor, o momento da interrupção da corrente na curva primária do rolo da ignição, e por meio disso um ângulo ótimo de um avanço da ignição. Então inclui a corrente na curva primária e interrompe a corrente nele no momento atual quando no seguinte cilindro tem de haver ignição, novamente dá a corrente a esta curva, etc.

A esquina de um avanço da ignição regula-se constantemente segundo os sinais obtidos e os dados que se contêm na memória do módulo eletrônico.

Em motores com o carburador o módulo da gestão de ignição de ESC II também corrige a provisão de uma válvula de borboleta no tempo sem cargas dependendo de velocidade, carga do motor (por exemplo, inclusão de transferência no câmbio automático ou ligação do compressor do condicionador), uma condição termal do motor, e também da provisão de uma válvula de borboleta.

Cheque de elementos de sistema de ignição de ESC II


O elemento verificado
Medição entre contatos
Ignição
Valor
Observações
Conexão de um caso com peso
"16" e peso
"3" e peso
Apaga-se
0 – 0,5 Ohms
Revisor de número de octano de combustível
"7" e "16"
"19" e "16"
Apaga-se
Resistência infinitamente grande
Antes do cheque para desconectar o módulo ESC II
O sensor da temperatura de esfriar o líquido
"10" e "22"
Apaga-se
37 kOhm em 20 °C
4 kOhm em 80 °C
Válvula eletromagnética de um abafador da alavanca de uma válvula de borboleta
"24" e "4"
Apaga-se


Inclui-se
Resistência infinitamente grande

65 – 80 Ohms
Se é
Sensor de provisão de um cabo de inclinação
"5" e "18"
"17" e "16"
Inclui-se
300 – 500 Ohms
Resistência infinitamente grande
Provisão de poder do módulo ESC II
"4" e "16"
Inclui-se
10 – 14 V

Prevenção

O método do cheque de elementos do sistema da ignição do motor DOHC integrado ao sistema da injeção do combustível que entra em um sistema de controle da CEE IV motor, dá-se na seção da injeção do combustível.


Sistema de ignição de CEE IV

Este sistema de funções de ignição segundo o mesmo princípio, que o sistema da ignição de ESC II, só se combina com a injeção do combustível no sistema de controle geral da CEE IV motor, e o dispositivo de acionamento eletrônico também faz funcionar o sistema da injeção.
Prevenção

Os sistemas descritos da ignição não exigem o ajuste.


Remoção e instalação do distribuidor de ignição

A remoção e a instalação do distribuidor da ignição não apresentam grandes dificuldades. Os elementos do sistema da ignição do motor DOHC representam-se no desenho.

Elementos de sistema de ignição do motor DOHC

1 – cobertura, distribuidor,

2 – rotor de distribuidor,

3 – chapa,

4 – liderança,

5 – arames de alta voltagem de tomadas de faísca,

6 – faísque a tomada,

7 – arame de alta voltagem do rolo de ignição,

8 – rolo de ignição,

9 – módulo eletrônico de gestão de ignição


O distribuidor da ignição pode instalar-se só em uma, situação correta.

Cheque de elementos de sistema de ignição

No carburador motor de DOHC é necessário desconectar a tomada de multicontato do módulo da gestão de ignição de ESC II e medir por meio de uma resistência de multímetro e tensão nos contatos escolhidos da tomada segundo a mesa fornecida.

Em caso dos valores incorretos de parâmetros elétricos antes para considerar este elemento danificado, é necessário verificar uma condição do contorno elétrico correspondente.