Ford Sierra

1982-1993 de lançamento

Reparo e operação do carro



Ford Siyerra
+1.2. Identificação do carro
+ 2. Manutenção
- 3. Dados gerais
   -3.1. Carros com motores de gasolina
      3.1.1. Missas e números de transferência
      3.1.2. Líquidos operacionais
      +3.1.3. As modificações em um carro projetam desde 1984 para 1986.
      -3.1.4. As modificações em um carro projetam desde 1987 para 1989.
         3.1.4.1. Motor de OHC
         +3.1.4.2. Motor de Dm3 CVH 1,8
         -3.1.4.3. Motor de DOHC
            -3.1.4.3.1. Características técnicas
               3.1.4.3.1.1. Cabeça do bloco de cilindros do motor
               3.1.4.3.1.2. Bloco de cilindros do motor
               3.1.4.3.1.3. Mecanismo de Krivoshipno-shatunny
               3.1.4.3.1.4. Sistema de distribuição de gás
               3.1.4.3.1.5. Sistema de lubrificação
               3.1.4.3.1.6. Esfriamento de sistema
               3.1.4.3.1.7. Sistema de combustível
               3.1.4.3.1.8. Sistema de ignição
               3.1.4.3.1.9. Aperto de momentos
         +3.1.4.4. Serviço e reparo
         +3.1.4.5. União
         3.1.4.6. Transmissão de cinco velocidades mecânica de tipo de N
         +3.1.4.7. TA mecânica 75 transmissão de cinco velocidades
         3.1.4.8. Câmbio automático
         3.1.4.9. Expeça o suporte de forma triangular de interrupção
         +3.1.4.10. Sistema de freios
         +3.1.4.11. Equipamento elétrico
         3.1.4.12. Dados gerais
      +3.1.5. As modificações em um carro projetam desde 1990 até fevereiro de 1993.
   +3.2. Carros com motores diesel
+4. Motores
+5. União
+6. Transmissões
+7. Eixo motor e ponte traseira
+8. Direção
+9. Suportes de forma triangular de interrupção
+10. Sistema de freios
+11. Corpo
+12. Equipamento elétrico
331b1c3e



3.1.4.3.1.8. Sistema de ignição

INFORMAÇÃO GERAL

No motor de 2,0 NANOSEGUNDOS de DOHC 2V (N8A) o acumulador, o sistema de microprocessador da ignição como ESC II usa-se, e no motor de 2,0 NANOSEGUNDOS de DOHC EFI (N9A) o acumulador, sistema de microprocessador da ignição como ESC IV, integra-se ao sistema da injeção Ford Motorcraft EFI instala-se.

O princípio da ação de ambos os tipos do sistema da ignição é idêntico, contudo o sistema integrado ao sistema da injeção diferencia-se no poder maior.

O sistema da ignição inclui:

  – rolo de ignição;
  – o distribuidor de ignição que contém o sensor de velocidade e o distribuidor de alta voltagem;
  – o módulo eletrônico de gestão de ignição ou o dispositivo eletrônico injeção operacional e ignição;
  – quatro tomadas de faísca.

Além disso, (dependendo do tipo) o sistema da ignição contém:

  – o sensor da temperatura de esfriar o líquido (ESC II e CEE IV);
  – sensor de vácuo (ESC II);
  – sensor de posição neutral da alavanca de deslocamento de engrenagem do câmbio automático (ESC II e CEE IV);
  – sensor de provisão de uma válvula de borboleta (CEE IV);
  – sensor da pressão absoluta (CEE IV).

Rolo de ignição

Marca e tipo: Bosch 0 221 122 450.

Resistência de curva primária: 0,72 – 0,88 Ohms.

Resistência de uma curva secundária: 4,5 – 7 kOhm.

Distribuidor de ignição

O distribuidor da ignição contém o sensor sem contato de Hall que também executa um papel de sensor de velocidade, e também o distribuidor da alta voltagem. Localiza-se em primeiro plano de um eixo de válvulas de entrada.

Marca: Motorcraft.

Ordem de ignição (o cilindro N1 do passeio de sistema de distribuição de gás): 1–3–4–2.

Direção de rotação: no sentido do movimento dos ponteiros do relógio.

Módulo eletrônico do motor N8A

Marca: Motorcraft.

Tipo: Ford ESC II.

Módulo eletrônico de gestão do motor N9A

Marca: Motorcraft.

Tipo:

  – carros com a transmissão mecânica: Ford EEC IV 88 BB 12A 650 AB;
  – carros com o câmbio automático: Ford EEC IV 88 GB 12A 650 RB.

Tomadas de faísca

Marca e tipo:

  – motor de 2,0 NANOSEGUNDOS de DOHC 2V (N8A): Motorcraft AGPR de 32 CDs;
  – motor de 2,0 NANOSEGUNDOS de DOHC EFI (N9A): Motorcraft AGPR Super de 22 CDs.

Fenda entre eletrodos: 0,75 mm.